Este artigo detalha os sintomas típicos e as possíveis causas da dor lombar em adultos mais jovens.

Normalmente, indivíduos entre 30 a 60 anos de idade são mais propensos a sentir dor nas costas devido a uma tensão muscular lombar ou por lesões no espaço discal como a hérnia de disco lombar ou degeneração dos discos lombares.

 

 

Abaixo, cruzamos os principais sintomas (o tipo de dor que você sente), com as possíveis causas da sua lombalgia com ou sem dor irradiada (ciática) para o quadril, glúteos, pernas e pés:

1) Sintomas: Dor severa na parte baixa das costas que começa após uma atividade, movimento súbito ou levantamento de um objeto pesado.

Estes sintomas de lombalgia incluem qualquer combinação dos seguintes fatores:

  • Dificuldade de movimentação que pode ser grave o suficiente para impossibilitar a pessoa de andar ou ficar de pé.
  • Dor que também se move para a virilha, nádega ou parte superior da coxa, mas raramente passa para baixo do joelho.
  • Dor que tende a ser aguda e constante.
  • Espasmos musculares, que podem ser bem incômodos.
  • Dor ao toque no local.

1.1) Causa possível: Estiramento muscular nas costas

Uma distensão dos músculos ou ligamentos das costas é uma das causas mais comuns de dor lombar aguda. Levantar um objeto pesado com as costas em torção ou fazer um movimento súbito, pode causar estiramento muscular ou de ligamentos.

Um evento na lombar, costuma trazer leve desconforto a lombalgia grave, incapacitante, dependendo do grau de estiramento (ou até ruptura), além de espasmos musculares na parte baixa das costas, resultado da lesão.

distenção muscular

2) Sintoma: Dor lombar que viaja para a nádega, perna e pé (dor ciática)

A chamada dor ciática inclui qualquer combinação dos seguintes sintomas:

  • Dor constante.
  • A dor pode ser pior nas nádegas, pernas e no pé do que na parte inferior das costas.
  • Tipicamente sentida em apenas um lado das nádegas ou pernas.
  • Dor, que geralmente é pior após longos períodos de repouso ou sentado: alivia-se, um pouco, ao andar.
  • Pode ser acompanhada por fraqueza, dormência ou dificuldade em mover a perna ou o pé.

dor ciática

2.1) Causa provável: hérnia de disco lombar

A dor ciática ocorre quando uma raiz nervosa na coluna lombar é comprimida, causando dor e dormência, que viaja ao longo do grande nervo ciático que percorre as nádegas, pernas e pés.

Em adultos mais jovens a dor ciática pode ser causada por uma ampla gama de condições sendo a mais comum a hérnia de disco lombar (também pode ser causada por doença de disco degenerativa, espondilolistese ístmica e outras condições).

3) Sintoma: Dor lombar crônica que piora em certas posições e movimentos.

Os sintomas podem incluir qualquer combinação dos seguintes fatores:

  • Baixo nível de dor lombar, mas constante e pontuada por episódios de dor intensa e / ou espasmos musculares com duração de alguns dias e até meses.
  • Dor crônica, que pode variar de apenas irritante à grave.
  • Dor nas costas que piora ao sentar.
  • Caminhar e até mesmo mesmo correr, pode fazer com que a pessoa se sinta melhor do que sentar / ficar de pé.
  • Mudar de posição frequentemente alivia a dor.

3.1) Causa provável: Doença degenerativa do disco

A doença degenerativa do disco intervertebral lombar pode afetar pacientes jovens, ainda por volta de 20 anos. Quando os discos lombares, entre as vértebras, começam a se degenerar, o disco danificado pode causar inflamação e ligeira instabilidade na coluna lombar, provocando dor, espasmos musculares e, por vezes, dor ciática.

A doença degenerativa do disco (discopatia) é comum e muitas vezes tratada com sucesso.

4) Sintoma: Dor lombar profunda, que piora ao andar ou ficar em pé

Os sintomas podem incluir qualquer combinação dos seguintes fatores:

  • Dor que se irradia para as nádegas e para trás das coxas (também chamada dor ciática ou dor radicular).
  • Dor que piora ao virar-se para trás.
  • Dor que melhora ao sentar-se, especialmente em uma posição reclinada.
  • Sensação de cansaço nas pernas e possivelmente dormência ou formigamento nas pernas, especialmente após uma caminhada.
  • Dificuldade de se tocar os dedos do pé.

4.1) Causa provável: Espondilolistese ístmica

A espondilolistese ístmica ocorre quando uma vértebra na coluna lombar desliza para frente no espaço discal abaixo dela. É mais comum no nível L5-S1 e pode causar dor lombar instável e dor irradiada devido à compressão da raiz do nervo.

A fratura ocorre comumente na infância, mas normalmente não gera muita dor até que a pessoa chegue a idade adulta jovem.

5) Sintoma: Dor lombar e/ou na nádega ou virilha

Os sintomas podem incluir qualquer combinação dos seguintes fatores:

  • Dor frequentemente descrita como sofrida.
  • A dor pode ser sentida nos quadris, virilha, coxas, bem como na coluna lombar.
  • Lombalgia que piora quando sentando e pode melhorar ao ficar deitado ou ao reclinar-se.
  • Mudar de posição frequentemente alivia a dor.

5.1) Causa provável: Disfunção da articulação sacroilíaca

A doença ou disfunção das articulações sacroilíacas (dor sacroilíaca) pode ocorrer se houver excesso de movimento, ou muito pouco movimento na articulação sacroilíaca (articulações que ligam o sacro, abaixo da coluna lombar, ao quadril em ambos os lados)

dor sacroiliaca

Observação:

As causas acima são tipicas causas de dor lombar em adultos jovens, mas não só essas. Os adultos jovens também podem ser afetados pela artrite, artrose e outras condições que são causas típicas de lombalgia em idosos.

Os sintomas para cada tipo de condição variam com base em uma série de fatores, tais como a gravidade da patologia e anatomia do indivíduo, além da percepção de dor, fator individual.

Dor nas costas? Ache especialista em coluna. Clique aqui.

ORTOPedia BR

Autor: ORTOPedia BR

Maior portal de busca de ortopedistas do Brasil. Pesquise nossa listagem de especialistas. Só aqui você encontra todas as informações mais relevantes sobre o mundo da ortopedia e especialistas em joelho, ombro e cotovelo, pé, coluna...