Bursite é a inflamação ou irritação de uma bursa. Bursa é uma pequena bolsa cheia de fluido lubrificante, localizado entre tecidos como ossos, músculos, tendões e pele, e tem objetivo de diminuir a fricção e irritação entre eles.

O que causa Bursite?

Essa condição é mais frequentemente causada por repetição frequente de movimentos na articulação, sobrepeso mecânico sobre a bursa (caso dos ajoelhamentos frequentes que podem manifestar bursite de joelho), impacto pontual sobre a área articular ou uma lesão súbita, mais grave.

A idade também desempenha um papel importante. À medida que os tecidos articulares envelhecem, eles são menos funcionais e menos elásticos impondo mais estresse sobre as bursas que os protegem.

Uso excessivo e repetitivo da articulação ou uma lesão também pode aumentar o risco de uma pessoa manifestar bursite. Exemplos de atividades de alto risco incluem a jardinagem, carpintaria, pintura de parede e esportes como o tênis. Uma postura incorreta no trabalho ou em casa e o mal condicionamento pré atividade física também pode levar à bursite.

Uma articulação com problemas estruturais, como os decorrentes da artrose pode colocar estresse adicional em uma bursa, causando bursite. Estresse ou inflamação causada por outras condições, tais como artrite reumatóide, gota, artrite psoriática, distúrbios da tireóide ou reações de medicação incomuns também podem aumentar o risco de bursite para certos indivíduos.

Além disso, uma infecção pode ocasionalmente levar à inflamação de uma bursa.

Quem é mais afetado?

A inflamação das bursas é mais comum em adultos, especialmente naqueles com mais de 40 anos de idade.

Quais são os sintomas da bursite?

O sintoma mais comum da bursite é a dor (inchaço pode estar presente). A dor pode aparecer gradualmente ou ser repentina e grave, especialmente se depósitos de cálcio estiverem presentes. A perda severa de movimento no ombro – chamada “capsulite adesiva” ou ombro congelado – também pode resultar da imobilidade e dor associada à bursite do ombro.

Quais são os diferentes tipos de Bursite?

Embora possa ocorrer em qualquer parte do corpo onde as bursas estão localizadas, existem vários tipos específicos dessa inflamação das bursas, incluindo os principais:

Bursite no Ombro

Bursite subacromial é a causa mais comum de dor no ombro e geralmente está relacionada ao impacto que a bursa sofre entre os tendões do manguito rotador e o osso acrômio. A bursa subdeltoide é menos comumente inflamada.

BURSITE NO OMBRO

Bursite Anterior do tendão de Aquiles

Tensão ou compressão no tendão de Aquiles causadas por lesão, doença ou compressão constante de calçados rígidos na parte de trás como os de salto alto. Essa condição, é caracterizada pela inflamação da bursa subcutânea calcânea, localizada na frente da ligação do tendão ao calcanhar.

Bursite Retrocalcânea

Este tipo é causado principalmente pela deformidade de Haglund, um ossinho proeminente em certas pessoas, que está localizado entre o osso calcâneo e o tendão de Aquiles. Por seu formato proeminente, ele está mais em contato com a bursa retrocalcânea (que serve de “colchão” entre o calcâneo e o tendão de Aquiles), causando sua inflamação.

bursite retrocalcanea sindrome de haglund

Bursite do quadril

A mais comum é a bursite trocantérica. É muitas vezes o resultado de lesões traumáticas na lateral do quadril, desgaste físico excessivo, anormalidades na coluna, artrite, artrose e cirurgia prévia. É mais comum em mulheres de meia-idade e idosos.

bursite trocantérica

Bursite do cotovelo

É causada pela inflamação da bursa do olécrano localizada entre a pele e os ossos do cotovelo. A inflamação da bursa do olécrano pode ser causada por lesão ou pressão constante no cotovelo (por exemplo, quando se inclina sobre uma superfície dura).

BURSITE COTOVELO OLÉCRANO

Bursite Anseriana (joelho)

Um dos tipos de mais frequentes no joelho é chamada bursite da pata de ganso ou Anseriana. A bursa Anseriana está localizada entre o osso da canela e os três tendões dos músculos isquiotibiais (pata de ganso) que se encontram na parte medial (interna) do joelho. Este tipo pode ser causado pela falta de alongamento antes do exercício, músculos isquiotibiais “apertados”, excesso de peso, artrite ou joelho valgo (joelhos para dentro), que forçam os isquiotibiais contra a bursa. É mais comum em corredores.

bursite pata de ganso

Bursite da Patela

Também chamada de pré-patelar ou joelho de empregada doméstica, afeta a bursa que fica acima da patela e serve como seu “travesseiro”. Este tipo de bursite do joelho é comum em pessoas que se ajoelham muito como limpadores de carpete e encanadores, mas podem ocorrer também em lesão traumática.

bursite pre patelar

Como posso prevenir a inflamação das bursas?

Se você está planejando começar a se exercitar é menos provável você sofrer com a bursite se construir seu preparo físico aos poucos, planejando ganho de força e só depois aumentando as repetições. Pare o que estiver fazendo se ocorrer dor.

Tratamento

A inflamação das bursas pode ser tratada de várias maneiras, incluindo:

  • Evitando atividades que agravem o problema
  • Descansando a área lesionada
  • Aplicando gelo na área no dia da lesão
  • Tomando medicamentos anti-inflamatórios de farmárcia.

Se a condição não melhorar em uma semana, consulte o seu ortopedista.

Seu ortopedista também pode prescrever medicamentos para reduzir a inflamação. Os corticosteroides são frequentemente utilizados por que funcionam rapidamente para diminuir a inflamação e a dor. Os corticoesteroides podem ser injectados directamente no local da lesão, as chamadas infiltrações. Essas injeções são eficazes, mas não podem ser repetidas com frequência. Infiltrações múltiplas, num período de vários meses, também são normalmente evitadas devido a potenciais efeitos secundários e a grande possibilidade de mascarar problemas que necessitem de tratamento diferenciado.

A Fisioterapia é outra opção de tratamento que é frequentemente utilizada. Seu fisioterapeuta pode recomendar exercícios de amplitude de movimento.

A cirurgia, embora raramente necessária, pode ser uma opção quando a inflamação das bursas não responde às outras opções de tratamento ou quando é válido para retirada associada, por exemplo, de osteófitos (esporões ósseos) causadores dessa inflamação.

cirurgia de bursite do cotovelo

Atenção

Consulte o seu médico se tiver:

  • Febre (mais de 38 graus) – infecção é uma possibilidade
  • Inchaço, vermelhidão e calor
  • Dor generalizada ou múltiplos locais de dor
  • Incapacidade de mover a área afetada

Estes poderiam ser sinais de outro problema que precisa de atenção mais imediata.

Suspeita de bursite? Ache um ortopedista especialista. Clique aqui.

 

ORTOPedia BR

Autor: ORTOPedia BR

Maior portal de busca de ortopedistas do Brasil. Pesquise nossa listagem de especialistas. Só aqui você encontra todas as informações mais relevantes sobre o mundo da ortopedia e especialistas em joelho, ombro e cotovelo, pé, coluna...

  • C9G5O69

    Excelente artigo. Agradecimentos mil !!

  • Adilson José

    Bom dia! Meu ligamento rompeu ha mais de 2 anos. Qual o risco que corro se nao fizer a cirurgia??

  • José Rodrigues Junior

    PEÇO A DEUS QUE ME CURE, POIS ESTOU COM O BRAÇO FRACO !!!

    • Fernando Souza

      Faça hidroginástica e natação. Baixo impacto e alto fortalecimento, melhorando a musculatura e amplitude dos braços.

  • Vinícius

    Voltei a correr depois de 3 meses parados de qualquer aeróbico. Logo no primeiro treino já senti a canela queimando, travada e dolorida na primeira volta de 500m…Se eu não treinar, de acordo com esse artigo, eu nunca vou voltar ao q era antes e a dor sempre acontecerá quando eu tentar correr. Inúmeras situações de dores exigem q a pessoa continue treinando para fazer o corpo se fortalecer como era antes. Mas estes artigos sempre fazem terrorismo. Se o mundo fosse bem como querem q seja nesses textos de internet, o ser humano seria mais fraco do q já é.

    • Diego F G

      Cara já ouviu falar do David Goggins? O cara é o exemplo do que você falou. Se não conhece, recomendo conhecer. Abraços!

    • Felipe Bernardo

      Seu tornozelo estralava? O meu estrala bem encima do calcanho, se eu fico sem colocar toda a planta do pé no chão e movo ele..

      • Vinícius

        Não, só a canela queimava de uma forma muito intensa, mas eu ligava o foda-se e continuava.

    • Fernando Souza

      A órtese noturna que alonga os pés é maravilhosa. Eu não podia mais participar de corridas, esteiras, gastava muito com tênis e palmilhas. Fazia todos os dias fisioterapia e cheguei a fazer ondas de choque. A indicação médica era cirúrgica. Continuei com as fisioterapias e alongamentos e comprei essa órtese. Meu pé é outro depois de 6 meses. E invista em palmilhas desenhadas para os seus pés, isso fará muita diferença na sua vida. Faço 2 horas de esteira e o que dói são as pernas, nem lembro mais que tenho pés.

  • muito bem explicado…o tratamento da coluna vertebral depende sempre da origem do problema ou dor…

  • Julio Arbumio

    Minha esposa sofreu um entorse a muitos anos e não fez nenhum tratamento desde que eu a conheço tem o tornozelo inchado com edema e não posso nem mesmo tocar nesse tornozelo por ela sente muita dor ,sempre sente dor nesse tornozelo após algumas horas em pé a dor sempre aumenta .Será que tem algum tratamento nesse caso ??